Home   |    Sobre a UDO   |   Troféu J. Agostinho   |   Academia J. Agostinho   |   Cross Torres Vedras   |   Memorial J. Agostinho   |    Outros Eventos   |    Contactos
Troféu Joaquim Agostinho
Home
Sobre o Troféu
Contactos
2018
  > Troféu Joaquim Agostinho
  > Lista de Participantes
  > Etapas
  > Etapas em Direto
  > Classificações
  > Acreditação OCS
  > Trânsito - condicionamentos
  > Camisolas
  > Comissão de Honra e Organização
  > Cargos Oficiais
  > Mapa
  > Principais Patrocinadores
  > Regulamento Técnico - PT
  > Regulamento Técnico - FR
  > Colaboração Especial
  > Apoios
  > Equipas
2017
2016
2015
2014
Troféu J. Agostinho

Andreas Vangstad ganha prólogo no Turcifal

O vice-campeão norueguês de contrarrelógio, Andreas Vangstad (Team Sparebanken Sor), ganhou hoje o prólogo do Troféu Joaquim Agostinho, um exercício individual de 8 quilómetros, disputado no Turcifal.

O corredor nórdico concluiu a prova em 10m23s, rodando à média de 46,228 km/h, um desempenho que viria a revelar-se imbatível. O segundo classificado foi Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), que terminou neste lugar os três prólogos do Troféu Joaquim Agostinho já disputados no Turcifal. O galego gastou mais 8 segundos. O terceiro foi Sérgio Paulinho (Efapel), a 17 segundos.

Andreas Vangastad considera que não fez uma prova perfeita, apesar de toda a concorrência ter ficado a uma diferença significativa para um contrarrelógio tão curto. “O início da prova foi duro, com empedrado e alguns topos. Dei-me melhor na fase de estrada larga. O meu desempenho foi bom, mas não foi perfeito, porque preferi não arriscar nas curvas, o que me custou alguns segundos”, explica o vencedor.

O triunfo no prólogo colocou Andreas Vangstad no topo da geral individual, uma posição que o norueguês vai tentar manter, tanto mais que já deu mostras de ser bom a subir, pois foi terceiro classificado na Clássica da Arrábida e na Clássica Aldeias do Xisto, duas provas exigentes, realizadas no início desta temporada.

“Espero lutar pela vitória na geral, mas prefiro pensar num dia de cada vez, porque as etapas são muito duras e esta época já vai muito longa para mim”, confessa o camisola amarela.

O prólogo permitiu também atribuir a camisola da juventude, que está em posse do basco Óscar Rodríguez (Euskadi Basque Country-Murias). A W52-FC Porto foi a melhor equipa no contrarrelógio desta quarta-feira.

A primeira etapa em linha corre-se nesta sexta-feira, levando a caravana da Adega Cooperativa de S. Mamede da Ventosa até Arruda dos Vinhos, ao longo de um percurso de 140 quilómetros. O percurso, apenas com duas contagens de montanha de terceira categoria, adequa-se aos sprinters.

Classificação do Prólogo e Geral Individual
1.º Andreas Vangstad (Team Sparebanker Sor), 10m23s
2.º Gustavo César Veloso (W52-FC Porto), a 8s
3.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 17s
4.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), a 19s
5.º Daniel Mestre (Efapel), a 20s
6.º Óscar Rodríguez (Euskadi Basque Country-Murias), a 21s
7.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), a 22s
8.º José Neves (Liberty Seguros/Carglass), a 25s
9.º Jesús Ezquerra (Sporting-Tavira), mt
10.º Raúl Alarcón (W52-FC Porto), a 26s

Classificação Completa: Clique Aqui

Galeria Fotográfica: Clique Aqui

« Voltar
UDO © 2015 - Todos os Direitos Reservados. Site Desenvolvido por: CyclopNet - Desenvolvimento de Sites Profissionais